Abrir Conta no Exterior, saiba como funcionam as contas bancárias internacionais.

Abrir Conta no Exterior

 

Abrir uma conta no exterior não é tão simples. Embora a maioria das localidades aceite abrir uma conta bancária internacional tanto de pessoa física quanto jurídica, é preciso tomar conhecimento das regras antes de efetivamente tomar a decisão de abrir uma conta no exterior. 

No caso de pessoa física, é necessário que o investidor tenha presença física para então aproveitar os benefícios da legislação fiscal local. Por isso, neste caso, antes de escolher o local para enviar dinheiro, é necessário ter residência, domicílio ou nacionalidade no país onde se deseja abrir a conta. No caso de pessoa jurídica, as opções para abrir uma conta bancária são maiores.

Bancos

O Banco HSBC é uma das instituições financeiras que permite que seu cliente, que está indo estudar ou morar fora do Brasil, abra uma conta no exterior. Atualmente, o HSBC está presente em mais de 40 países, sendo possível abrir a conta corrente em um desses países ainda estando no Brasil. Vale lembrar que a conta corrente aberta em outro país seguirá a legislação local.

Para abrir uma conta bancária internacional através do HSBC, primeiro é preciso localizar uma agência do banco no país desejado. Depois, procure um gerente HSBC para que ele inicie o processo de indicação para a Equipe do IBC (International Banking Center). Os formulários virão por e-mail juntamente com uma lista de documentos necessários. Preencha e junte tudo para entregar ao seu gerente HSBC. Quem não tem conta no HSBC, deve abrir uma.

O cliente HSBC Premier que vai viajar e quer abrir uma conta será um cliente Premier em qualquer um dos 40 países em que o banco está presente. Assim, na hora de transferir dinheiro para a conta corrente do exterior, basta procurar uma agência HSBC no Brasil, autorizada a operar câmbio. O dinheiro guardado em reais será convertido para a moeda do país de destino.

Caso a transferência seja realizada para mesma titularidade, basta utilizar o Internet Banking HSBC. É importante frisar que não será possível, porém, depositar, no exterior, dinheiro na conta do Brasil, nem pagar contas brasileiras em caixas estrangeiros.

O Citibank é outro banco que permite que os brasileiros abram conta no exterior, como nos Estados Unidos e em Londres. É claro que será necessário ter uma soma considerada de dinheiro, pelo menos uns 200 mil dólares, para investir nos Estados Unidos, por exemplo.

Quem é brasileiro e reside no exterior, e quer abrir uma conta, deve procurar uma agência bancária e apresentar alguns documentos. Nos Estados Unidos, os bancos pedem o Social Security Card (espécie de CPF americano) e o passaporte. Apenas residentes legais podem solicitar o SSC.

Paraíso Fiscal

Quem quer abrir uma conta bancária em um paraíso fiscal deve saber que não é ilegal abrir uma empresa ou ter uma conta no exterior. Assim sendo, qualquer cidadão pode abrir uma conta, só que o ideal é que esta seja declarada ao Fisco, para, assim, pagar os impostos correspondentes às operações. No entanto, muitas pessoas não declaram a existência das contas para, assim, aproveitarem as vantagens como a existência de alíquotas de tributação muito baixas ou nulas. Essas contas no exterior abertas por brasileiros residentes no Brasil são chamadas de contas "offshore".

Há mais de 50 países ou territórios considerados paraísos fiscais. Entre os principais estão as Ilhas Cayman, Bahamas, Bermudas, Jersey, Ilhas Turks, Ilhas Virgens, Aruba, Macau e San Marino. Na América do Sul, o Uruguai tem uma política cambial livre e, por isso, é um país onde a prática do paraíso fiscal é possível.

Mas, como abrir uma conta nestas ilhas? Bom, não é preciso ir até estes países para abrir a conta, já que sites na internet oferecem a qualquer um a possibilidade de abrir contas bancárias ou empresas nestes locais. E o que é melhor, não é preciso ser um magnata ou um grande investidor para ter acesso a contas em paraísos fiscais. Alguns sites oferecem a oportunidade de começar um negócio desses por US$ 600, valor que está mais próximo da realidade de muitas pessoas que não têm uma grande soma de dinheiro para enviar para o exterior.

Vale lembrar, porém, que os investimentos de brasileiros nos chamados “paraísos fiscais” não são passíveis de quebra de sigilo, a menos que haja comprovação de fraudes ou crimes fiscais como contrabando, tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, etc.

OBS: Serviços e condições podem mudar sem aviso prévio. Consulte sempre os Bancos para informações atualizadas.

Abrir Conta

Este site tem por objetivo informar o público sobre modalidades e requisitos para abrir conta em banco pelos principais bancos. Não temos qualquer vínculo com qualquer instituição citada, nosso conteúdo foi retirado dos sites das próprias empresas e tem como finalidade facilitar o acesso do consumidor a informação, que são de utilidade pública.